Free CSS Vertical Menu Designs at exploding-boy.com
 

Updated in: 15.08.2017



 
    

Standard:

FCI - Standard Nr. 147/19.06.2000/D

Rottweiler

Origem: Alemanha

Data da Publicação do standard original válido: 06.04.2000

Utilização: cão de companhia, serviço e trabalho

Classificação FCI:

- Grupo 2 (Tipo Pincher e Schnauzer, molossoide e montanha, boieiros suíços e outras raças;

- Secção 2.1 Tipo molossoide e mastim;

- com prova de trabalho.

Breve resumo histórico

O Rottweiler encontra-se entre as raças caninas mais antigas. As suas origens remontam ao tempo dos Romanos, onde era usado como cão de guarda e pastoreio. Quando as legiões romanas cruzaram os Alpes iam acompanhadas destes cães, que protegiam os soldados e guiavam o gado. Assentes na área de Rottweil, os cães das legiões romanas entraram em contacto com os cães nativos da zona e o resultado natural foi o cruzamento entre ambos. A principal missão do Rottweiler era a guarda e o pastoreio das enormes manadas de gado e a defesa do seu amos e das respectivas propriedades.
Os carniceiros criavam este tipo de cães somente pela sua utilidade no trabalho e para seu uso pessoal. Com o passar dos tempos consolidou-se num excelente cão de guarda e pastoreio que também se usava como cão de tiro.
Quando, no princípio do século XIX, a polícia procurava raças caninas para incorporar ao seu serviço, o Rottweiler foi um dos testados. Prontamente ficou demonstrado que este cão era extremamente adequado para esta missão. Como consequência, em 1910 o Rottweiler foi reconhecido oficialmente como cão polícia. O objectivo da criação de Rottweiler é o de conseguir um cão forte e vigoroso, negro com marcas castanho afogueado bem delimitadas, com um aspecto potente, que denote um certo ar de nobreza , adequado a ser um cão de companhia, guarda e utilidade.
Aspecto Geral
O Rottweiler é um cão de estatura mediana, robusto, nem pesado nem leve, nem alto de extremidades nem delgado. A sua aparência em proporções correctas é compacta, alargada e forte, indicando uma grande força, agilidade e resistência.
Proporções importantes A distância medida entre o esterno e a protuberância isquiática nunca deverá ultrapassar mais de 15% da altura à cruz.
Comportamento É um cão amável, aprazível e amante das crianças; é muito a afectuoso, obediente e com grande disponibilidade para a brincadeira e para o trabalho. A sua aparência denota a sua ancestralidade, o seu comportamento é seguro de si mesmo, não é nervoso e é valente. Reage com muita atenção a tudo o que se passa à sua volta.
Cabeça
Crâneo: De tamanho médio, largo entre as orelhas e, visto de lado, é moderadamente convexo na linha frontal. Ponta do osso occipital bem desenvolvida, mas sem exagero. Stop bem marcado.
Região facial:
Nariz: Cana nasal rectilínea, de base plana e afunilamento moderado. Trufa bem desenvolvida, mais plana que redonda, de entradas relativamente grandes, sempre de cor negra.
Focinho: Não deve ser nem alongado nem curto relativamente à região craniana. Vinculo nasal recto, largo na base.
Lábios: Negros, fortemente juntos, comissuras labiais fechadas, a pigmentação interna da boca deve ser escuro.
Face: Arco Zigomatico pronunciado.
Dentição: Forte e completa (42 dentes), os incisivos superiores fecham em tesoura sobre os inferiores.
Olhos: São de tamanho médio, em forma de amêndoa e cor castanha escura. Expressam fidelidade e ternura. As pálpebras devem estar bem unidas.
Orelhas: De tamanho médio, caídas, triangulares, muito separadas entre si e de inserção alta na cabeça, de modo a que aparente maior largura de cabeça quando o cão está com as orelhas em atenção.
Pescoço: Forte, de comprimento moderado, emerge dos ombros formando uma linha dorsal ligeiramente arqueada, seco, sem papada nem pele solta na garganta.
Tronco
Dorso: Recto, forte e firme.
Garupa: Plana, de comprimento mediano e ligeiramente arredondada. Não é nem recta nem muito caída.
Peito: Amplo, largo e fundo ( aprox. 50 % da altura à cruz) a parte anterior bem desenvolvida e costelas bem arqueadas.
Abdómen: Flancos não encolhidos até cima.
Cauda: Em condição natural, nivelada com a extensão da linha dorsal ; à vontade poderá ficar pendurada.
Extremidades
Membros anteriores:
Generalidades: vistos de frente os membros dianteiros são rectos e não têm uma posição fechada. Vistos lateralmente os traços são rectos. A omoplata é longa e a implantação posterior deverá formar um ângulo de 45º .
Ombro: bem junto ao corpo.
Antebraço: bem aderido ao tronco.
Braço: fortemente desenvolvidos vigorosos e musculados.
Metacarpo: Bem aderido ao corpo.
Mãos: redondas, bem fechadas e com dedos arqueados. Almofadas duras e com unhas curtas, negras e fortes.
Membros posteriores:
Generalidades: vistos de trás os membros posteriores são direitos não muito fechados. Quando descontraído, formam-se ângulos obtusos entre a antecoxa e o osso da anca, antecoxa , a coxa e o metatarso.
Ante-coxa: Bastante comprida, Larga e musculada.
Coxa: Comprimento moderado, robusta ampla e bem musculada.
Pés: Um pouco mais compridos que as mãos, igualmente bem fechados, com dedos arqueados com dedos robustos e sem presunhos.
Andamentos: O Rottweiler é um trotador. O dorso mantém-se relativamente firme e quieto. O movimento é harmonioso , seguro, potente, livre e com passos amplos.
Pele
Pele da cabeça:
Esticada em toda a sua extensão, embora em momentos de grande atenção possa formar ligeiras pregas à frente.
Manto:
Características do pelo: compõe-se de pelo e de sub-pelo. O pelo é duro, de comprimento médio, espesso, forte, liso e aderido ao corpo; o sub-pelo não deve sobressair . Nas extremidades posteriores o pelo é um pouco maior.
Cor: Preto, com marcas bem definidas de afogueado no focinho, na garganta, no peito e pernas, assim como em cima dos dois olhos e debaixo da base da cauda.
Tamanho e peso:
Machos :
Altura à cruz é de 61 a 68 cm .
61 a 62 cm - pequeno
63 a 64 cm - medio
65 a 66 cm - grande - Tamanho ideal
67 a 68 cm - muito grande
Peso:
Aproximadamente: 50 Kgr.
Fêmeas :
Altura à cruz é de 56 a 63 cm.
56 a 57 cm - pequena
58 a 59 cm - media
60 a 61 cm - grande - Tamanho ideal
62 a 63 cm - muito grande
Peso:
Aproximadamente: 42 Kgr.
Defeitos
Qualquer desvio dos critérios até aqui descritos é considerado como falha e o seu grau de gravidade é medido conforme o desvio ao standard.
Aspecto geral: Ligeiro, alto de patas, ossatura e musculatura fracas.
Cabeça: Cabeça de cão de caça, estreita, ligeira, demasiado curta, larga, frente plana (stop ausente ou pouco acentuado).
Focinho: Largo ou pontiagudo, trufa deformada ou partida, dorso nasal côncavo ou convexo , trufa clara ou manchada.
Lábios: Abertos, despigmentados ou manchados de côr rosa , exageradamente descaídos.
Mandíbula: Maxilar inferior estreito.
Bochechas: Muito proeminentes
Dentição: Em pinça.
Orelhas: De inserção muito baixa, pesadas, largas, débeis, dobradas para trás. Muito separadas e assimétricas.
Pescoço: demasiado largo, delgado, falta de musculatura , papada ou pele solta na garganta.
Tronco: Demasiado largo, demasiado curto ou demasiado estreito.
Peito: Caixa toráxica de costelas planas, peito pouco profundo.
Dorso: demasiado largo, débil, descaído ou encurvado.
Garupa: brusca, demasiado curta, demasiado recta ou demasiado larga.
Cauda: De implantação demasiado baixa ou demasiado em alta.
Extremidades anteriores: demasiado estreitas ou não rectas. Ombros empinados, antebraço demasiado curto ou empinado, metacarpo cedido ou empinado, mãos abertas, dedos demasiado planos ou muito arqueados, dedos torcidos, unhas claras.
Extremidades posteriores: pouco musculadas, juntar jarretes, extremidades bambas ou encurvadas, angulações demasiado grandes ou demasiado pequenas, presunhos.
Pele: pele da cabeça rugosa.
Pelo: pelo brando, demasiado curto ou comprido, ondulado, ausência de sub-pelo.
Cor: Cores diferentes das indicadas, marcas pouco definidas ou demasiado extensas.
Faltas desqualificativas:
Generalidades: marcada inversão de caracteres sexuais ( machos com tipo feminino ou vice-versa).
Dentição: prognatismo inferior ou superior, falta de pre-molares e molares.
Olhos: olhos amarelentos, olhar penetrante de aves de rapina, ou com olhos de diferente cor, pálpebras descaídas ou enroladas até dentro (entrópio) o ou fora (ectrópio).
Cauda: Cauda 'vincada'; Cauda enrolada, com um desvio lateral acentuado sobre o corpo.
Pelo: pelo muito comprido e/ ou muito ondulado.
Cor do pelo: Cães que carecem das marcas castanho fogo características do Rottweiler e manchas brancas.
Comportamento: assustadiço, medroso, cobarde, que se assuste com ruídos, malicioso, exageradamente desconfiado, nervoso.
Testículos: machos monorquídios ou criptorquídios. Ambos os testículos devem de estar bem desenvolvidos e ser perfeitamente visíveis no saco escrotal.

    

     © 2004 - 2009 Rottweilers - Águas do Mondego / Desenvolvido por: HANDRADE